Arquivo para novembro, 2009

Glenn Hughes – Play Me Out (1978)

Posted in Músicas on 30/11/2009 by juliochan68

Glenn Hughes esbanja todo seu talento e feeling em seu primeiro álbum solo, Play Me Out (1978).

Totalmente fora do contexto hard que o projetou ao mundo através do Trapeze e Deep Purple, Play Me Out era o canto engasgado na garganta de Glenn Hughes. Influenciado pela black & soul music, Glenn Hughes entoa inúmeras canções inspiradíssimas que mostram claramente que o Voice of Rock além de excelente cantor e compositor no mundo do rock pesado, também manda muito bem na praia da black music, uma de suas paixões.
Glenn Hughes é um dos poucos brancos de alma negra, dono de uma voz e técnicas vocais incríveis.
Muitos podem torcer o nariz para o lado soul music de Glenn Hughes, mas eu particularmente sou aficcionado por esse seu talento e tornei-me seu grande fã quando o ouvi no Live In London (1982) do Deep Purple. Desde então sou fã da obra desse excelente cantor e incrível baixista, músico diferenciado no meio rock and roll.
Play Me Out apresenta uma pérola atrás de outra como I Got Covered, Space High, o funkão LA Cut Off, o groove delicioso de Soulution (impossível não ficar parado!), e a belíssima e tocante I Found A Woman.
Glenn Hughes retomou sua carreira em 1992,  lançando vários discos e fazendo inúmeras turnês, como alguém que queira compensar o tempo perdido.
Glenn Hughes já era meu herói das quatro cordas e dos vocais… depois de sua conquista pessoal e retomada de carreira ganhou ainda mais meu prestígio e respeito, cantando e tocando como nunca nos dias atuais.
Vida longa ao Voice of Rock, uma das figuras mais simpáticas, marcantes e vencedoras do incrível mundo do rock and roll.

Tommy Bolin – Teaser

Posted in Músicas on 30/11/2009 by juliochan68

Tommy Bolin, um dos guitarristas mais legais e brilhantes daqueles tempos. Integrou bandas incríveis como Zephyr, Energy, James Gang e Deep Purple, até sair de cena em 4 de dezembro de 1976.

Tocou de tudo: jazz-rock, blues, hard e rock ‘n’ roll com muita desenvoltura e competência. Assim como David Gilmour, era um craque no pedal delay, um Echoplex que controlava com as mãos, criando efeitos e sons arrepiantes. Além disso, extraia diversos timbres especiais de sua guitarra e era também um bom vocalista.
Teaser é seu primeiro e único álbum solo lançado quando ainda estava vivo, em outubro de 75. Durante as gravações do disco foi convidado a substituir Ritchie Blackmore no Deep Purple, mas essa é outra história…
O álbum é uma bela coleção de canções onde Bolin apresenta sofisticação e sacadas geniais, típicas de um músico com muita bagagem.

Grind, Lotus, Marching Powder, Wild Dogs, a belíssima Dreamer (com participação de Glenn Hughes) e a quase bossa nova Savannah Woman – sim, Bolin era fã de música brasileira – são canções marcantes desse guitarrista fantástico que morreu precocemente.